Entrevista completa à Inovação e Estratégia

“Temos um serviço que pensa fora da Caixa”

 

João Barros Better ConceptsO Business Intelligence está a ganhar cada vez mais importância no mundo dos negócios. A Better Concepts é uma empresa especializada nesta área tecnológica que procura converter dados em informação.

 

João Barros, CEO da Better Concepts, aposta na rapidez, na lealdadade e no profissionalismo para com os seus clientes.

 

Com a tecnologia a assumir um lugar de liderança um pouco por todo o mundo, as empresas começam a apostar no Business Intelligence (BI), que se traduz num conjunto de ferramentas que transformam dados em informação útil.

A Better Concepts, criada por João Barros há cerca de um ano, é especializada em Business Intelligence. “Quando fundei a empresa, já trabalhava nesta área há algum tempo e, por isso, levei comigo uma carteira de clientes que já estavam fidelizados aos meus serviços”, afirma João Barros.

Durante o primeiro ano no mercado, a Better Concepts procurou manter a sustentabilidade financeira, sendo que no próximo ano o objetivo vai ser alargar a equipa. “Eu sou a única pessoa que pertence aos quadros da empresa. No entanto, tenho colaboradores a trabalhar comigo em outsourcing e em regime de freelance. Num futuro próximo, pretendo aumentar a minha equipa e contratar mais pessoas para os quadros.”

Grande parte da atividade da Better Concepts é em BI, com principal foco na tecnologia Microsoft. “É preferível desempenharmos bem uma tarefa do que executarmos várias não de forma tão bem.” Contudo, João Barros não descarta a ideia de apostar em outras tecnologias. “Possivelmente, daqui a três a cinco anos, quando a empresa tiver dimensão, irei apostar em outras tecnologias investindo na certificação dos quadros.”

Para além do BI, a Better Concepts tem ao dispor dos seus clientes serviços de consultoria executiva e de formação. “Prestamos apoio aos quadros de administração das empresas serviços de consultoria, dando apoio nas decisões que envolvam áreas das tecnologias de informação, na área da formação actuamos em campos como introdução e administração de base de dados, programação SQL, Data Warehouse e BI, tudo isto utilizando tecnologia Microsoft.”

No que toca às vantagens do BI para as empresas, João Barros acredita que as mais valias assentam na proatividade e não na reatividade. “Ao invés das empresas estarem a trabalhar com dados convertidos em informação obsoleta (baseada em dados antigos), nós ajudamos as empresas a criar processos automáticos que permitem de uma forma mais rápida processar os dados em informação de uma forma rápida e eficaz.”

Segundo João Barros, o Business Intelligence não é só passado, mas também o presente e o futuro dos negócios, destacando que é cómodo e fácil às empresas adaptarem-se ao BI. “Actualmente existem ferramentas no mercado que permitem às empresas trabalhar os dados sem grandes procedimentos e conhecimentos técnicos.” Com estes meios tecnológicos, poupase tempo e custos financeiros. “O self service BI é o avançar da tecnologia.”

PowerBI Samples Better Concepts

As grandes e médias empresas nacionais já utilizam BI nas suas rotinas de trabalho. As pequenas empresas, que ainda estão a começar a dar os primeiros passos no mercado, vêm nas ferramentas de self service uma boa opção, pois são ferramentas com custos mais reduzidos. Quando as
empresas não têm capital para investir, a Better Concepts procura solucionar essa situação através de um plano de pagamento especializado. “Como nós acreditamos no produto que vendemos, analisamos a poupança estimada pela empresa, com base nisso elaboramos um plano de investimento.”

João Barros afirma que ainda há um longo caminho a percorrer no campo do BI nas PMEs. “Há empresas que estão reticentes em utilizar novas tecnologias e não se sentem preparadas em avançar.”

Apesar do crescimento que se tem verificado nos últimos anos, Portugal tem uma lacuna em termos de recursos na área de Business Intelligence, mas a mão de obra existente é de boa qualidade. “Temos empresas internacionais que vêm ao nosso país contratar profissionais. Estamos a trabalhar num projecto BI num grande pais Europeu, no qual estão envolvidos mais de 20 recursos portugueses.” Segundo João Barros, as empresas internacionais acreditam na experiência e no valor dos portugueses. “Nós temos a capacidade do improviso e isso é bastante positivo lá fora. Conseguimos de uma forma mais económica produzir mais sempre que surge um problema.”

A Better Concepts vende os seus serviços com entrega e profissionalismo à medida das necessidades dos clientes. “Não gostamos de falar das empresas concorrentes, pois ao falarmos estamos a tirar o foco do nosso produto.” Apesar de a empresa estar no mercado há pouco tempo, João Barros diz não estar preocupado com os números, mas sim com a atenção que dá às pessoas. “Os nossos clientes, trabalhadores e parceiros não são números, são pessoas. E, como tal, é importante dar-lhes o devido valor.” Com os seus anos de experiência no mercado de BI, João Barros já tem consigo clientes de há três/quatro anos na área do ensino, da consultoria, banca e da indústria farmacêutica. “Procuro vender aos clientes aquilo em que acredito que sou melhor.”

Para além do aumento da equipa, o futuro da Better Concepts passa por aumentar a sua influência no mercado nacional e internacional. “O nosso objectivo é continuar a crescer e a reforçar a nossa empresa no mercado interno, assim como no mercado internacional. Queremos ter uma balança equilibrada.” É de notar que grande parte da faturação da Better Concepts vem do mercado exterior. Atualmente, a empresa está a trabalhar num grande projeto com diversas equipas na Suíça, Itália, do Brasil, Portugal, Espanha, México, EUA e Índia assim como se prepara para entrar no mercado do médio oriente até ao final do ano. “Cerca 80% da nossa faturação provém de mercados internacionais. Desta forma, estamos a contribuir de uma forma positiva para a balança comercial portuguesa.” Manter os projetos atuais é também uma das missões futuras de João Barros que vê no Business Intelligence, na consultoria executiva e na formação uma mais valia para o crescimento das empresas. “Acredito que temos um serviço que pensa fora da caixa.”

___________

Artigo publicado no suplemento Inovação & Estratégia do Jornal Publico em 30-07-2019

João Barros

joao.barros@bconcepts.pt